Sabe quando você está cadastrando em algum site e o checkbox para receber newsletters já vem marcado por padrão? Exemplo mais comum de UX dark patterns. Agora vamos ver o que eles são exatamente e alguns exemplos.

O que são dark patterns UX

Dark patterns são truques usados para que você faça algo que não faria naturalmente. É um direcionamento intencionado que fazemos para que o usuário faça algo que nós queremos.

GIF do meme its a trap star wars
É uma armadilha!

Pensando assim, até mesmo um call to action pode ser encarado como dark pattern dependendo do contexto.

Aquele famoso “compra com um clique” pode parecer algo bonito, pensado no usuário que está com pressa. Na realidade foi criado para tentar aumentar a conversão no impulso da compra, imagina o estrago na vida de uma pessoa que é compradora compulsiva? Idem para aplicativos e jogos de celular que possuem compras internas e que se você não toma cuidado gastou meio salário mínimo em vidas extras.

Exemplos de dark patterns

  • Banners disfarçados de interface
  • Checkbox de newsletter quem vem marcado por padrão em um cadastro ou fica bem escondido
  • Call to action gigante para comprar poltronas mais espaçosas e caras em passagens aéreas
  • Link de remoção de inscrição de e-mail marketing bem pequeno e quase sem contraste
  • Popup pedindo e-mail sendo que acabei de entrar no site
  • Instalação de barras de busca como Baidu ou Ask.com ao instalar um programa no computador
  • Seguros de cartão de crédito fortemente sugeridos pelo gerente ao abrir conta em um banco
  • Exigência de fornecer um cartão de crédito para serviços online que são de graça
  • Erro simulado quando a pessoa acessa um site usando um bloqueador de propaganda
  • Cancelamento de serviços totalmente dificultado

Um bom site de referências é o mural da vergonha do DarkPatterns.org. Inclusive se você notar um dark pattern em algum site ou app marque-os no Twitter e use a hashtag #darkpatterns.

Ética e dark pattern: uma questão moral

Uma desculpa muito comum sobre dark patterns que nos damos é o famoso “ah mas todo mundo faz assim”. Como diria a minha mãe e provavelmente a sua também: você não é todo mundo.

Quando estamos projetando nossos produtos, é nossa responsabilidade tentar oferecer o melhor sentimento possível para o usuário. Aplicar um dark pattern pode até te vender bons números, porém lembre-se de ponderar essa questão do sentimento e do quão confortável você está em fazer isso.

Interessante pontuar aqui que apesar dessa responsabilidade, nossa chefia confia em nós para também pensarmos na empresa. UX é pensar no usuário sim, mas envolve viabilidade e engenharia, não devemos nunca nos esquecer disso. Design pelo design hoje em dia não tem mais valor em lugar algum.

Quando aplicar dark patterns então? Um bom termômetro para te ajudar nessa decisão é você se colocar no lugar da pessoa que será afetada ali, quão irritante a experiência vai ser? Atinge seus princípios?

E qual o dark pattern mais irritante para você? Para mim é o maldito popup pedindo para habilitar notificações.